São basicamente duas, Cral e Moura, as fabricantes de baterias de caminhão que, mercadologicamente falando, conseguem se alonginquar e muito de seus concorrentes. Em níveis de diferenciação entre si, vale assentar que enquanto as baterias fabricadas pela patente Cral normalmente possuem modelos dotados de 150 ah, as aparelhagens produzidos pela Moura esfrancem vir a contar com 100, 150 ou até ainda 200 ah.

Em termos de funcionalidade, por outro lado, as baterias para caminhões têm a dever de atuar como acumuladores recarregáveis de energia. Além disso, tratam-se de aparatos que devem se destinar a armazenar energia em formatos químicos, que por suas horas deverão ser posteriormente transformados em energia elétrica assim que os caminhões vierem a requisitar por tal diferencial. Divididas em tópicos, as incumbências aptas a serem cumpridas pelas baterias de caminhão também podem ser descritas por meio dos seguintes pontos:

  • Dar partida nos veículos pesados em si;
  • Proporcionar energia para iluminações internas e externas;
  • Manter os sistemas elétricos e eletrônicos ativos sobretudo a partir do momento em que o caminhão se apresenta como desligado.

Você sabe quanto tempo dura, em média, uma bateria de caminhão?

O tempo de vida útil medial de uma bateria automotiva composta por chumbo e ácido gira em torno dos dois anos. No entanto, este consiste em um valor/índice que pode ser alterado de acordo com diversas condições. É o que acontece, por exemplo, com a sistema de carga da condução em si, que por sua vez tem nos análises de correntes e conflitos duas de suas essenciais sustentações práticas.

Além disso, outros três fatores também se responsabilizam por conseguir mensurar a nível de durabilidade de uma bateria de caminhão. São eles:

  • Fixação adequada do aparato;
  • Temperatura do compartimento o qual a bateria se instala (ou é instalada);
  • Integração perante os itens opcionais instalados junto ao equipamento elétrico em si.

Fique atento na amperagem da bateria

Antes de escolher a bateria para seu caminhão, esteja atento um detalhe que é de suma dimensão: a capacidade nominal. O mais aconselhado é sempre olhar no maneiro do veículo, mas caso você não a tenha, recomendamos verificar com seu involuntário de confiança ou em casas de baterias especializadas.

O consumo da bateria varia de carro para veículo e depende do número de componentes eletrônicos que fazem e do motor e da tecnologia embarcada. Para vias de amoderna, a Capacidade nominal das baterias para caminhões e ônibus apresentam de 150 a 220 amperes/hora.

Selo do Inmetro: fundamental

Na hora de comprar uma bateria, verifique se a bateria tem selo de distinção do Inmetro. Se não tiver, fuja, que é cilada. Provavelmente essa bateria não extrapassou no teste de controle de qualidade da organização regulador e não é um fruto confiável. Independentemente da pena, leve isso sempre em apreço para não ter complicações futuros na parte elétrica do seu veículo.

FONTE: https://www.terra.com.br/noticias/

FONTE: https://noticias.uol.com.br/

FONTE: https://www.estadao.com.br/mais-lidas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *