Riscos a serem considerados antes de fazer uma cirurgia plástica no exterior

Devido à imensa pressão da sociedade atual para parecer jovem, magro e fresco, surgiu uma tendência potencialmente fatal: o turismo médico. Isso se refere a buscar uma cirurgia fora do país por supostamente muito menos dinheiro do que uma pessoa poderia pagar aqui nos Estados Unidos. Mas quando se trata de cirurgia estética , essa percepção é equivocada e, na verdade, não poderia estar mais longe da verdade.

Photo Essay In Cosmetic Surgery. Rhinoplasty.
Fonte de Reprodução: Getty Imagens

Clínicas no exterior comercializam o equívoco de que os pacientes podem fazer lipoaspiração, abdominoplastia ou remoção do excesso de pele (geralmente após cirurgia bariátrica para perda de peso) a preços muito mais baratos do que nos Estados Unidos. E ainda podem ficar em um lindo resort na praia! Mas as implicações de ter esses procedimentos realizados em um paraíso tropical podem ser sérias, até mesmo fatais e, em última análise, podem custar aos pacientes muito mais dinheiro a longo prazo.

No ano passado, atendemos vários pacientes que tiveram complicações de cirurgia plástica no exterior ou receberam cuidados pós-cirúrgicos inadequados. Vários chegaram com infecções terríveis, como E. coli ou outras bactérias destrutivas, muitas vezes resistentes. E muitos têm problemas com feridas cirúrgicas que se desfizeram durante os voos ou em casa. Infelizmente, esses pacientes não têm capacidade de acompanhamento após esses procedimentos extensos e frequentemente invasivos ou porque não receberam instruções de acompanhamento adequadas.

A opção ‘mais barata’ pode acabar custando muito mais

Um estudo de julho de 2017 publicado na Plastic and Surgery Reconstructive Surgery acompanhou 42 pacientes que fizeram cirurgia plástica no exterior. De forma alarmante, o custo médio do tratamento de complicações que surgiram nesta amostra de pacientes foi de mais de US $ 18.000. O estudo também estimou que a carga do turismo médico para o sistema de saúde dos EUA em 2012 foi de US $ 1,33 bilhão, com o Medicaid como o principal grupo pagador.

Photo Essay In Cosmetic Surgery. Rhinoplasty.
Fonte de Reprodução: Getty Imagens

Um equívoco comum destacado pelo estudo é o custo desigual dos procedimentos em casa em comparação com o exterior. Um procedimento que um paciente acha que custará $ 25.000 nos Estados Unidos pode, na verdade, custar cerca de $ 16.000, por exemplo. Esse equívoco se resume a provedores que não explicam adequadamente os custos, bem como os pacientes que não fazem a devida diligência antes de optar pelo turismo médico. Por exemplo, aqui na UT Southwestern, incluímos o custo dos cuidados pós-cirúrgicos, que cobre sua recuperação completa, no custo total da cirurgia. As clínicas no exterior não o verão novamente após a cirurgia, o que pode explicar algumas das diferenças de custo.

Além disso, quando um paciente passa por um procedimento cosmético aqui nos EUA, muitos cirurgiões plásticos oferecem “seguro saúde cosmético”. O paciente paga uma taxa (normalmente cerca de $ 150) adiantado para cobrir os custos no caso raro de uma complicação grave que requeira hospitalização e reduz a carga do próprio bolso do paciente no caso de uma complicação que poderia incorrer em uma conta que poderia ser mais de $ 50.000.

Photo Essay In Cosmetic Surgery. Rhinoplasty.
Fonte de Reprodução: Getty Imagens

Normalmente, o seguro saúde cosmético não é oferecido no exterior porque os pacientes ficarão lá por apenas uma semana. Se você voltar para casa e tiver uma complicação, como um coágulo sanguíneo, seu seguro pode não cobrir a conta resultante de $ 30.000 a $ 50.000 porque foi um procedimento cosmético eletivo que você pagou do bolso

Os riscos do turismo médico para cirurgia plástica

Quando você vai ao exterior para fazer uma cirurgia, está arriscando mais do que apenas as finanças. As estimativas sugerem que cerca de 15 milhões de pacientes norte-americanos procuram atendimento médico no exterior a cada ano. E aqueles que o fazem correm um risco muito maior de complicações graves após a cirurgia, como infecções, coágulos sanguíneos e danos de longo prazo.

Existem padrões muito diferentes em outros países para treinamento e credenciamento do que nos Estados Unidos. O que é ou não aceitável para ocorrer na sala de cirurgia também será diferente. Os protocolos de segurança podem ser deficientes ou inexistentes, e isso não é algo que você queira arriscar. Você também pode encontrar bactérias em um país estrangeiro que podem ser resistentes e mais difíceis de tratar porque seu corpo não desenvolveu os anticorpos necessários.

Photo Essay In Cosmetic Surgery. Placement Of Breast Implants.
Fonte de Reprodução: Getty Imagens

Muitas vezes é impossível para os médicos que tentam fornecer cuidados de acompanhamento rastrear exatamente o que foi feito, onde a cirurgia foi realizada ou qual médico a fez – muitas vezes, os pacientes nem sabem os nomes de seus cirurgiões.

Viajar logo após uma grande operação pode levar a complicações também. Não só pode causar o rompimento de novas incisões, mas também pode aumentar o risco de coágulos sanguíneos. Por exemplo, se você viajar para a República Dominicana (um popular local de turismo médico), pode levar um dia inteiro para chegar lá. Isso aumenta o risco de coágulos sanguíneos após a cirurgia devido à natureza sedentária das viagens aéreas, especialmente se você reservar um voo direto após uma cirurgia de cinco ou seis horas.

Encontre os melhores assuntos sobre Cirurgia plastica aqui. Receba informações e comparações! Encontre profissionais especializados em Cirurgia plastica. Para mais informações acesse http://plasticanow.com.br/

Fonte: https://www.r7.com

Apartamento mobiliado vs apartamento não mobiliado: o que é melhor para o seu aluguel?

Enquanto os proprietários tentam atrair locatários de qualidade a assinar contratos de aluguel, muitos discutem os méritos de um apartamento mobiliado versus um apartamento não mobiliado. Há muitos benefícios em oferecer um imóvel para aluguel mobiliado ou semimobiliado, como aluguel mais alto, mas também existem algumas desvantagens.

A melhor coisa que um locador pode fazer é avaliar os prós e os contras de mobiliar o imóvel alugado e ver como ele atende às necessidades dos locatários da área.

O que é um apartamento mobiliado?

Um apartamento mobiliado vem com todos os móveis de que uma pessoa razoável precisaria para viver com conforto. Um apartamento mobiliado normalmente terá aluguéis mais altos em comparação com aluguéis comparáveis ​​que não são mobiliados, uma vez que a depreciação ocorrerá em ativos como sofás, mesas e cadeiras.

  • Uma sala de estar deve ter pelo menos um sofá, mesa e abajur e talvez uma mesa de centro ou estante de livros.
  • Um quarto deve ter uma cama, mesa de cabeceira com lâmpada, uma cômoda e talvez uma escrivaninha.
  • A área de jantar deve ter mesa e cadeiras.
  • Um banheiro deve ter uma cortina de chuveiro, cesta de lixo e tapete.
  • A cozinha deve ser totalmente abastecida com utensílios, pratos, copos e potes e panelas, junto com todos os eletrodomésticos.
Fonte de reprodução: Getty imagens

O que significa totalmente mobiliado?

Um apartamento totalmente mobiliado significa que alguém pode se mudar para o apartamento e morar sem comprar nenhum item do apartamento. Isso não inclui coisas como alimentos, itens perecíveis ou itens pessoais.

No entanto, o locatário deve poder entrar com uma mala e sentir-se pronto para morar no apartamento. Itens como amenidades de banho, sabão em pó e sabonetes podem ser fornecidos antecipadamente, mas normalmente são de responsabilidade do locatário daqui para frente.

O que é um apartamento semi-mobilado?

O termo “semimobiliado” pode ser usado para descrever uma variedade de propriedades para alugar, desde quase vazias até quase totalmente mobiliadas. Em geral, um apartamento semimobiliado geralmente tem os móveis grandes básicos – sofá, cama, cômoda, mesa e cadeiras – com menos peças pequenas presentes.

Você não pode esperar utensílios de cozinha em um aluguel semimobiliado, onde estariam presentes em um apartamento totalmente mobiliado.

3 prós de aluguel de apartamentos mobiliados

Abaixo estão as vantagens de fornecer seu imóvel para locação:

Fonte de reprodução: Getty imagens

Diferença de preço com mobília e sem mobília

Na maioria das cidades do país, os apartamentos mobiliados custam mais para alugar do que os não mobiliados, então os proprietários podem cobrar um aluguel mais alto . Muitos locatários acham que vale a pena porque os poupa de ter que comprar móveis.

A diferença de preço varia muito de cidade para cidade e, em muitos casos, os contratos de aluguel mobiliados são mais curtos do que os não mobiliados. Isso se deve ao fato de que muitas pessoas que procuram um apartamento mobiliado estão em busca de moradia temporária. Os aluguéis típicos para moradias de curto prazo são mais altos porque o proprietário precisa compensar os custos do aumento de vagas criado por contratos de aluguel mais curtos. Não é incomum que um apartamento mobiliado seja alugado por um valor 20-40% maior do que um apartamento sem mobília. Para estadias de curta duração, menos de um mês, esse número aumentará ainda mais.

Depósito de segurança superior

Os proprietários também podem cobrar mais de um depósito para apartamentos totalmente mobiliados. Por exemplo, em alguns estados, os proprietários podem cobrar apenas um determinado depósito máximo para os não mobiliados, mas um valor máximo maior para os mobiliados. O objetivo é proteger o locador ao cobrir os custos de substituição ou reparo de móveis danificados.

Fonte de reprodução: Getty imagens

Mercado-alvo previsível

Como os apartamentos mobiliados custam mais, os proprietários atraem automaticamente inquilinos que podem pagar por isso – geralmente jovens profissionais, jovens famílias ou estudantes que não acumularam seus próprios móveis. Se o imóvel alugado for em uma cidade universitária ou em uma área mais urbana, é provável que haja muitos inquilinos em potencial procurando por esse tipo de aluguel e o proprietário possa se beneficiar do atendimento a esse mercado.

Na Flats BH Imóveis nós temos opções para todos os gostos. Acesse www.flatsbh.com.br e encontre o seu novo espaço!  

Fonte: https://www.r7.com

BENEFÍCIOS INESPERADOS PARA A SAÚDE DE UMA MASSAGEM TÂNTRICA

Inebriante, viciante e de tirar o fôlego – estas são algumas das palavras que foram usadas para descrever uma massagem tântrica. Já foi dito que uma massagem tântrica é melhor que sexo. Louco – nós sabemos!

Fonte de reprodução: Getty imagens

Neste ponto, você provavelmente está se perguntando tudo sobre essa massagem especial que é supostamente melhor que sexo. As massagens tântricas são um dos estilos mais conhecidos de massagem erótica e uma das pesquisas mais populares em sites de pornografia na categoria ‘Asiática’.

O QUE É UMA MASSAGEM TÂNTRICA?

A massagem tântrica é uma forma antiga de massagem erótica originária da Índia. A palavra “tantra” está enraizada no sânscrito e refere-se à maneira como as energias se entrelaçam e se entrelaçam. Existem vários ramos do tantra, incluindo ioga e massagem. Todos estão preocupados com a liberação e o reequilíbrio das energias místicas, porque um desequilíbrio causa doenças.

A terapia de massagem tântrica concentra-se em despertar as áreas sexuais do corpo, o que estimula o corpo a liberar quaisquer energias presas e reequilibrar os níveis. Essa liberação de energia geralmente resulta em intensa excitação sexual e orgasmos – o último dos quais é conhecido como a liberação final de estresse.

Técnicas de massagem típicas incluem acariciar sensualmente e passar as pontas dos dedos por todo o corpo. A massagem tântrica é sem dúvida um dos tipos mais lentos e prolongados de massagem erótica asiática. Essa ação prolongada provoca o corpo, estimulando a mente e estabelecendo uma subida gradual em direção a uma intensa liberação orgástica. Não apenas isso, os toques persistentes incentivam toda espiral de energia aprisionada a sair. O resultado? Seu corpo fica flexível e relaxado, e sua mente suave como a seda de amoreira.

Embora essa massagem exclusiva seja ótima para satisfazer o prazer sexual e criar sensações intensas, ela também possui inúmeros benefícios à saúde que podem fazer maravilhas para o seu bem-estar geral – físico e mental. Eis por que recomendamos uma massagem tântrica.

Fonte de reprodução: Getty imagens

Alivia o estresse e ajuda na depressão

Uma massagem tântrica é frequentemente realizada nua e envolve uma massagem lenta e sensual no corpo inteiro. A sessão começa com exercícios de respiração que ajudam a começar a descida para o relaxamento. O toque suave e sensual em todo o corpo relaxará e acalmará gradualmente, incentivando sua mente a flutuar. Isso facilita o estresse e alivia a depressão.

Relaxa os músculos

As massagens são conhecidas por aliviar a tensão nos músculos. Muitos de nós experimentamos dores musculares diariamente – não surpreende quando passamos uma parte significativa de nossos dias relaxando no escritório. As massagens incorporam uma série de técnicas com pressões variadas que ajudam a aliviar as tensões e os nós dos músculos. No tântrico, as massagens serão lentas e persistentes, com foco na construção da excitação.

Fonte de reprodução: Getty imagens

Bom para a pele

Os óleos utilizados para massagens são fantásticos para a pele. Além de serem agradavelmente perfumados e calmantes, eles são altamente hidratantes e ajudam a tonificar a pele. Sessões regulares de massagem e exposição a esses óleos ajudarão a manter a pele suave e macia.

Acessando o site: https://massagemtantricarj.com.br/você encontrara diversas dicas sobre a massagem tântrica é também encontrara profissionais de extrema qualidade para realizar a sua massagem.

Fonte: https://www.r7.com

Pedras nos rins e cálculos renais

investigação

O diagnóstico de cálculos renais geralmente é claro a partir dos sintomas, das tiras de teste de urina e de um breve exame de ultrassom. Outros exames de imagem raramente são necessários para detectar pedras nos rins.

Fonte de reprodução: Getty imagens

tratamento

A terapia de pedras nos rins é baseada principalmente na localização das pedras nos rins.

Pedras nos rins do tamanho de uma ervilha ou grãos de arroz são geralmente tratadas com terapia combinada. Isso inclui analgésico, antiespasmódico e remédios para enxágue, calor, exercícios (especialmente pular e subir escadas) e muitos líquidos.

A dissolução medicamentosa de cálculos renais (litólise) só é possível com cálculos de ácido úrico (cálculos de urato) e cálculos de cistina. O ingrediente ativo de redução do nível de ácido úrico, alopurinol, é administrado e a urina é alcalinizada com citratos alcalinos ou bicarbonato de sódio (valor-alvo de pH 6,2 a 6,8). Além disso, o paciente deve mudar sua dieta alimentar para manter o nível de ácido úrico na urina o mais baixo possível. Se esses três métodos forem combinados, o ácido úrico ou os cálculos de cistina se dissolvem.

Fonte de reprodução: Getty imagens

Terapia medicamentosa para grandes pedras nos rins

Pedras renais maiores que causam cólicas renais geralmente causam dor comparável em intensidade ao trabalho de parto. Analgésicos opiáceos (como a oxicodona) geralmente são administrados para essa dor. O tratamento com antiinflamatórios não esteroidais como o diclofenaco, o antiespasmódico butilescopulamina e o analgésico derivado da pirazolona metamizol também são comuns.

prevenção

A melhor prevenção de pedras nos rins é beber bastante água. Muitas pessoas simplesmente não bebem o suficiente. Isso não só promove a formação de cálculos renais, mas também afeta a capacidade de concentração e promove a fadiga. Portanto: beba pelo menos 1,5 litro por dia, melhor mais. Água, chás de frutas ou ervas e spritzers de suco são particularmente adequados.

Além disso, você deve sempre tratar as infecções do trato urinário de maneira adequada. O mesmo se aplica a doenças metabólicas, hormonais, renais e gastrointestinais – as doenças que aumentam o risco de desenvolver pedras nos rins (consulte a seção Causas).

Se houver recorrência de cálculos renais, recomenda-se um exame metabólico em um centro especial de cálculo urinário. Sua seguradora de saúde ou urologista o ajudará a encontrar um consultório ou clínica adequada em sua área.

Fonte de reprodução: Getty imagens

Causas comuns de formação de cálculos renais:

  • Distúrbios do metabolismo do cálcio
  • Distúrbios do metabolismo do ácido úrico (ver gota )
  • Ingestão insuficiente de líquidos ou perda de líquidos (especialmente sudorese excessiva ou diarreia em doenças intestinais crônicas )
  • Dieta errada com muita proteína, gordura, cálcio
  • Infecções crônicas do trato urinário
  • Outras doenças que impedem o fluxo de urina e, portanto, levam à congestão urinária
  • Causas genéticas
  • Glândula paratireóide hiperativa
  • Cânceres , quimioterapia.

causas

As causas das pedras nos rins são muito diferentes. Hereditariedade, composição da urina, malformações nos rins, muito pouco exercício, doenças metabólicas ou hábitos alimentares, todos desempenham um papel. Existem várias pedras nos rins.

  • Cálculos infecciosos surgem, por exemplo, como resultado de infecções bacterianas recorrentes do trato urinário. A bactéria, por sua vez, aumenta o pH da urina (acima de 7), ela se torna alcalina. A urina alcalina, por sua vez, promove a formação de cálculos contendo fosfato.
  • Cálculos de urato e ácido úrico : A urina ácida (valor de pH abaixo de 6) promove a formação de cálculos de urato e ácido úrico. A urina freqüentemente se torna ácida por meio da gota e de alimentos que contenham purinas (especialmente carne e salsichas e vísceras). Esses alimentos aumentam os níveis de ácido úrico na urina e o pH urinário diminui. Mesmo jejuns rigorosos, câncer ou quimioterapia podem aumentar os níveis de ácido úrico e tornar a urina ácida; promovendo assim a formação de cálculos de ácido úrico.
  • Os cálculos de oxalato de cálcio costumam estar relacionados à dieta. Uma dieta rica em leite aumenta a concentração de cálcio na urina. O conteúdo de ácido oxálico na urina aumenta quando muitos produtos de chocolate e cacau, espinafre, beterraba ou ruibarbo são ingeridos. Como resultado, pedras de oxalato de cálcio são freqüentemente formadas. Essas pedras nos rins também são favorecidas por uma glândula paratireoide hiperativa.
  • Os cálculos de cistina são formados por um distúrbio genético do metabolismo dos aminoácidos (cistinúria) que leva à formação de cálculos de cistina, especialmente em crianças.

Acessando o site: www.nefromed.com.br/ você encontrara os melhores nefrologistas, e agende a sua consulta!

Fonte: https://www.r7.com

Angiologia: O que é e para que serve?

O organismo é composto de vários sistemas individuais que estão interconectados e funcionam como um todo. Devido à complexidade do nosso corpo, a medicina está organizada em várias áreas de conhecimento e ação. Por exemplo, sabemos que a cardiologia é a área da medicina que estuda o coração, a nefrologia, os rins, a neurologia, o sistema nervoso central.

Fonte de reprodução: Getty imagens

As artérias transportam o sangue do coração para as células em todos os cantos do corpo e as veias o devolvem ao coração, onde começa um novo ciclo. Não devemos esquecer os vasos linfáticos, cuja missão é um pouco diferente, mas intimamente relacionada aos sistemas arterial e venoso. Todos esses “tubos” são estruturas vivas e suas doenças têm um impacto direto no órgão para o qual transportam o suprimento de sangue e até mesmo em todo o organismo. O enfarte do miocárdio, a embolia cerebral e o tromboembolismo pulmonar são algumas das principais causas de morte na nossa civilização e todas devidas a um problema vascular.

As doenças mais frequentes do sistema venoso são as varizes das pernas, doença exclusiva da raça humana, a partir do momento em que nossos ancestrais decidiram se levantar e apoiar-se apenas nas extremidades inferiores e uma das patologias mais frequentes em Nosso ambiente. Pode ser apenas um pequeno problema cosmético, mas também pode levar a complicações graves: flebite, trombose, úlceras nas pernas. embolias pulmonares., etc., que podem ser evitadas com tratamento oportuno. O sistema arterial é vital. Sem um suprimento suficiente de sangue, e com ele oxigênio e nutrientes, nenhum órgão em nosso corpo pode funcionar adequadamente, e se o suprimento de sangue para um órgão falhar repentinamente, suas células morrem (ataque cardíaco, necrose, etc.).

O que é angiologia?

A angiologia, também chamada de medicina vascular ou endovascular, é uma especialidade médico-cirúrgica que tem como foco o diagnóstico e tratamento de doenças de parte do aparelho circulatório, especificamente veias, artérias, vasos linfáticos e capilares sanguíneos. O coração e as artérias intracranianas são excluídos nesta especialidade.

São condutos que formam uma espécie de rede de canos por todo o corpo, cuja missão é transportar no sangue o oxigênio e os nutrientes necessários a todas as células do corpo, e devolver o sangue “sujo” ao coração.

Essas estruturas são estruturas vivas, podendo degenerar e adoecer, afetando não apenas o órgão ao qual fornecem nutrientes, mas também todo o organismo.

Essa especialidade é muito importante, pois os problemas do aparelho circulatório são uma das principais causas de mortalidade no mundo.

Fonte de reprodução: Getty imagens

Quais são os problemas de saúde que a angiologia trata?

Como já mencionamos, o mau estado das veias e artérias pode não só levar a problemas nos órgãos próximos aos que fornecem sangue, mas também produzir um efeito em cadeia por todo o corpo.

As varizes são o problema mais comum no consultório de um angiologista, e não é apenas uma questão estética. As varizes podem causar outros problemas, como trombose, úlceras nas pernas e até embolias pulmonares.

Outros problemas importantes relacionados a esta especialidade são infartos do miocárdio, necrose, acidente vascular cerebral, hemiplegia, pé diabético, insuficiência venosa crônica ou aneurismas.

No entanto, a angiologia não se baseia apenas no diagnóstico e tratamento dessas condições, mas também na sua prevenção, uma vez que alguns importantes fatores de risco vascular são o tabaco, a hipertensão, o colesterol e o diabetes.

Fonte de reprodução: Getty imagens

Como funciona a angiologia?

A angiologia atua no campo da prevenção por meio de exames vasculares e eco-Doppler para detectar precocemente possíveis problemas e evitar complicações. Essas revisões são especialmente importantes para pessoas com fatores de risco e pessoas com mais de 55 anos de idade. No que diz respeito aos tratamentos, esta especialidade possui várias formas de intervenção, como microcirurgias ou cirurgias minimamente invasivas, laser vascular, etc.

Uma visita ao angiologista é indicada para pessoas que apresentam fatores de risco para doenças vasculares, como sedentarismo, hipertensão e diabetes. Caso você se encaixe em alguma dessas condições, acesse o site: https://gustavofranklin.com.br/ e agende a sua consulta com um cirurgião vascular.

Fonte: https://www.r7.com

Sinais que sua bateria precisa ser substituída

Uma bateria de veículo descarregada pode deixá-lo preso em situações infelizes, mas nem sempre isso acontece de repente. Mesmo se você não tiver uma luz de bateria para alertá-lo de quaisquer problemas, há seis sinais que seu carro lhe dará para dizer que a bateria não está mais segurando a carga.

Fonte de reprodução: Getty imagens

Os faróis escurecem quando em marcha lenta

Quando a bateria começar a descarregar, todos os componentes elétricos do carro serão afetados. Se os faróis escurecem durante a marcha lenta e aumentam ao acelerar, a bateria não está mais segurando a carga. Além de verificar a bateria, teste o sistema de carga do seu veículo, o alternador, com um voltímetro para ter certeza de que não haverá problema novamente em um futuro próximo. 

O motor está lento para virar

Se seu carro dá a partida algumas vezes e parece relutante em dar a partida, a causa disso pode ser uma bateria ruim. Uma partida lenta também pode acontecer como resultado de uma fiação ruim, um motor de partida gasto ou um alternador com defeito. Portanto, é importante verificar cada um deles ao examinar a bateria. 

Fonte de reprodução: Getty imagens

As luzes do painel piscam

Lembre-se de que sua bateria é responsável pelos componentes elétricos do seu carro, incluindo as luzes do interior e do painel. Se você notar qualquer cintilação, certifique-se de verificar a bateria antes de ficar preso. Semelhante ao escurecimento dos faróis, essas luzes tremeluzentes são uma indicação segura de uma bateria de carro com defeito.

As janelas rolam lentamente

Rolar as janelas para cima e para baixo com o motor ligado pode ser fácil, mas para colocar a bateria à prova, tente dobrá-las para cima ou para baixo com o motor desligado. Se eles demorarem para responder, sua bateria está lutando para alimentá-los adequadamente. A resistência física, como um bloqueio, também pode ser a culpada, portanto, certifique-se de procurar também os sinais adicionais listados neste artigo.

A corrosão excessiva é visível

Abra o capô do veículo e dê uma olhada no topo da bateria. Essa substância pulverulenta branca ou azul nos pontos de conexão é chamada de corrosão e, embora alguns estejam bem, a corrosão excessiva pode afetar negativamente o desempenho e a vida útil da bateria. A corrosão é causada por uma reação química entre os gases e os metais sob o capô. A solução pode ser tão simples quanto limpar cuidadosamente a corrosão, mas você ainda deve mandar verificar a bateria por um profissional, caso o problema seja mais sério, como um sistema de subcarrega.

Fonte de reprodução: Getty imagens

Sua bateria está velha

A duração da bateria pode ser afetada pelo clima, hábitos de direção, duração da viagem e o tipo de carro que você dirige, mas a bateria média de um veículo tem uma vida útil de quatro anos. Mesmo que você seja um dos afortunados proprietários de automóveis que obterá muitos anos de uso de suas baterias, comece a incorporar uma verificação da bateria em seu programa regular de manutenção do carro após quatro anos.

Testar sua bateria a cada troca de óleo pode ajudá-lo a evitar surpresas, como ficar preso em um estacionamento. Mesmo entre as trocas de óleo, você pode solicitar um teste gratuito de bateria em muitas lojas de peças automotivas. 

Fonte: https://www.r7.com

Por que o ensino à distância é importante?

O ensino à distância oferece oportunidades educacionais voltadas para o desenvolvimento profissional, desenvolvimento pessoal e também satisfaz a sede de conhecimento do indivíduo. Agora, as pessoas podem perseguir seus sonhos ou desfrutar de aprender um assunto que amam.

Fonte de reprodução: Getty imagens

Por exemplo, encontrar um nicho e o emprego dos seus sonhos é um desafio. Novos programas educacionais online já estão disponíveis (alguns até gratuitos) para oferecer qualificação profissional. Com o ensino à distância, centenas de alunos agora ganham um diploma ou certificado AA, participando inteiramente de cursos online, por exemplo, oferece mais de 70 cursos on-line e programas de certificação que você pode fazer totalmente on-line.

Diferença entre ensino à distância e treinamento online

O ensino à distância refere-se principalmente a programas acadêmicos online, oferecidos para alunos pré-qualificados que pagam mensalidades e cursos para alunos que não têm condições de pagar a faculdade. Cursos online abertos massivos (MOOCs), por exemplo, são cursos oferecidos gratuitamente e fornecem educação e treinamento para um grande número de pessoas provenientes de várias origens econômicas.

Por outro lado, o treinamento online se refere a programas educacionais adaptados a grupos-alvo específicos. Por exemplo, as indústrias agora investem cada vez mais em treinamento de pessoal. O treinamento visa desenvolver habilidades específicas para que as pessoas possam alcançar em um determinado campo. É por isso que o treinamento geralmente é realizado por empresas para treinar seus funcionários ou clientes.

Aprendizagem à distância: tendência ou futuro da aprendizagem?

Enquanto o ensino à distância oferecer a mesma qualidade que a educação tradicional, ele continuará a ser adotado pelos alunos. E estudos mostram que sim. Mais um motivo para os alunos ficarem online é que a web mudou para sempre a maneira como interagimos e encontramos informações. O aprendizado online é acessível e flexível, e é isso que o torna tão atraente.

De acordo com um estudo recente, os dados nacionais de matrículas em faculdades e universidades estão diminuindo nos últimos anos. Portanto, a taxa de alunos que buscam educação online é significativa para o cenário educacional.

Fonte de reprodução: Getty imagens

As universidades se beneficiam com o acréscimo de alunos em todo o mundo. MOOCs que são fornecidos para ajuda financeira são agora caracterizados por grandes inscrições em microlearning – o uso de pequenas palestras gravadas em vídeo e avaliações de pares. Os alunos podem acessar os materiais do curso onde e quando quiserem. Usando uma plataforma de aprendizado online de última geração , os instrutores podem tornar sua academia o destino de aprendizado obrigatório.

O que envolve o ensino à distância?

No nível de graduação, o ensino à distância geralmente envolve o envolvimento dos alunos com os materiais de aprendizagem em casa ou no trabalho. Você também recebe suporte tutorial por meio de um ambiente virtual de aprendizagem, telefone, e-mail ou outro meio eletrônico. Pode haver interações cara a cara ocasionais com tutores e freqüência em escolas de verão de uma semana.

Você pode fazer cursos de graduação, pós-graduação e cursos a distância de nível profissional. Universidades e faculdades garantem que seus programas e qualificações de ensino à distância sejam da mesma qualidade que os programas baseados em campus.

Fonte de reprodução: Getty imagens

Quais são os prós e os contras do ensino à distância?

Estudar um diploma por meio do ensino à distância oferece uma série de benefícios:

  • Você pode ajustar seu aprendizado ao trabalho e à vida doméstica
  • Você decide exatamente quando e onde estuda
  • Você pode obter um diploma em qualquer lugar do mundo
  • Os cursos de ensino à distância geralmente custam menos do que os cursos em tempo integral, então você pode economizar dinheiro

Por outro lado, você não poderá aproveitar os aspectos sociais de estar em um campus com outros estudantes todos os dias. 

Fonte: https://www.r7.com

Cadeira ergonômica para escritório – Como escolher a melhor para você?

Esteja você  configurando um escritório em casa ou redesenhando um espaço de escritório para seus funcionários, navegar no mundo dos móveis ergonômicos pode ser opressor. O número crescente de produtos disponíveis no mercado torna difícil restringir suas opções de compra. Na cadeflex, ganhamos a vida garantindo que fornecemos a você o melhor mobiliário ergonômico disponível. Uma característica fundamental da construção de um espaço de trabalho ergonômico é escolher a cadeira ergonômica certa para escritório. Nesta postagem, detalhamos o que é uma cadeira ergonômica de escritório, por que vale a pena o investimento e quais são os critérios críticos a serem observados ao comprar uma. Alerta de spoiler: não é para me gabar, mas após uma extensa pesquisa, achamos que encontramos a cadeira de escritório ergonômica mais acessível!

Fonte de reprodução: Getty imagens

O que é uma cadeira de escritório ergonômica?

Primeiro, vamos ver o que o termo ergonômico significa: a Organização de Segurança e Saúde Ocupacional o define como a “ciência de adequar as condições de trabalho e demandas de trabalho às capacidades da população trabalhadora”. Em outras palavras, o campo da ergonomia analisa como móveis e objetos de escritório podem ser projetados para complementar o corpo humano, criando ambientes de trabalho seguros.

Uma cadeira ergonômica, portanto, é aquela que visa encontrar uma solução para as dores e tensões corporais criadas pelo uso de uma cadeira padrão por períodos prolongados. É uma cadeira projetada para melhor apoiar o corpo quando sentado em uma mesa. Considera postura, suporte para as costas, distribuição de peso, conforto e movimento. Uma cadeira de escritório ergonômica terá várias partes ajustáveis, de modo que se adapta exclusivamente a cada usuário.

Fonte de reprodução: Getty imagens

Por que preciso de uma cadeira ergonômica para escritório? Valerá a pena o investimento?

Sim, nós sabemos, as cadeiras ergonômicas de escritório são mais caras do que as cadeiras de escritório padrão. Mas pense nisso como um investimento na sua saúde e produtividade ou na de seus funcionários  .  

A principal razão, e não desprezível, para comprar uma cadeira de escritório ergonômica é a saúde. Ficou provado que passar muito tempo sentado em sua mesa aumenta o  risco de desenvolver uma série de distúrbios graves. Mais especificamente, sentar em uma cadeira não ergonômica pode levar ao desenvolvimento de distúrbios musculoesqueléticos, que afetam seus músculos, articulações, tendões, ligamentos e nervos. Isso pode impactar negativamente sua postura, causando pressão na coluna e na coluna vertebral, causando dores nas costas. Também pode restringir o fluxo sanguíneo, o que pode causar trombose venosa profunda e complicações como espondilose cervical. Uma cadeira ergonômica de escritório se adapta ao formato do seu corpo, oferece suporte a uma postura adequada, mantém as articulações e os tecidos em uma posição neutra e permite o alinhamento adequado do quadril e da pelve. Isso diminui o risco de lesões e tensões, lhe dará mais energia e permitirá que você se concentre sem distração e desconforto.

Fonte de reprodução: Getty imagens

Em última análise, o que você está ganhando ao investir em uma cadeira ergonômica de escritório se traduz diretamente em seu trabalho. Se você é um empregador que está pensando em fornecer cadeiras ergonômicas para escritório aos seus funcionários, móveis ergonômicos de escritório e descobriram que o absenteísmo foi reduzido em 75%, a taxa de erros em 56% e o tempo na tarefa aumentou em 40%. Ao tornar o local de trabalho de seus funcionários mais seguro, você está aumentando o engajamento deles e fornecendo um ambiente mais flexível que pode se ajustar de maneira única a cada funcionário. E se nossas previsões estiverem certas, os trabalhadores em busca de emprego priorizarão cada vez mais escritórios que valorizem o bem-estar de seus funcionários. Além disso, as cadeiras ergonômicas de escritório costumam ser móveis de alta qualidade, que duram mais e resistem a anos de uso e desgaste.

Fonte: https://www.r7.com

O que é aprendizado remoto? O que você precisa saber

O sucesso do aprendizado remoto reside em uma infraestrutura de apoio mantida pelo distrito, administradores e professores. O aprendizado remoto funciona melhor quando todas as engrenagens da máquina estão girando de maneira adequada e eficiente, quando todos os componentes do mundo da educação estão prontos e preparados para ajudar uns aos outros nos meandros técnicos e gerais do aprendizado remoto. 

Fonte de reprodução: Getty imagens

Aqui, criamos uma revisão abrangente do ensino à distância, repleta de exemplos de ensino à distância, descrições de como funciona o ensino à distância, explicações de vários tipos de ensino à distância, exemplos de ensino à distância, análise das vantagens e desvantagens do ensino à distância e mais.

O que é aprendizado remoto? Como funciona o aprendizado remoto?

O ensino à distância é, simplesmente, onde o aluno e o educador não estão fisicamente presentes em um ambiente de sala de aula tradicional. Em vez disso, a instrução é disseminada por meio de ferramentas de tecnologia, como fóruns de discussão, videoconferência e avaliações virtuais. É uma tentativa de recriar a sala de aula presencial e presencial pela Internet. 

Ao contrário de seu parente próximo, a aprendizagem virtual, que é um modo mais oficial e estabelecido de aprendizagem online, a educação à distância envolve professores e alunos que não estão acostumados com a educação que ocorre online. É normalmente usado durante o agendamento de conflitos, doenças ou, como hoje, desastres. Essa novidade particular do aprendizado remoto, então, é o que pode torná-lo complicado tanto para educadores quanto para alunos.

Fonte de reprodução: Getty imagens

Benefícios do aprendizado remoto

Vamos examinar quatro benefícios principais do aprendizado remoto.

  • O ensino à distância oferece acesso à educação para aqueles que, de outra forma, não teriam outras oportunidades.
    Acima de tudo, o aprendizado à distância oferece aos alunos oportunidades de receber educação. Quer se trate de um aluno da sexta série que usa o Google Sala de aula para se manter atualizado sobre seus trabalhos de matemática ou para entrar em contato com o professor durante o COVID-19, ou um estudante universitário sintonizando uma aula on-line durante o horário de folga em seu trabalho diário, o aprendizado remoto abre portas para oportunidades. No momento, o aprendizado remoto é a melhor escolha que temos para preservar a educação.
  • O ensino à distância torna a educação flexível: quando a aprendizagem é transferida para uma sala de aula remota, os professores têm mais flexibilidade na maneira como estruturam sua classe e na maneira como desenvolvem e avaliam as atribuições. Os alunos também podem se envolver com seus trabalhos escolares quando for mais benéfico para eles, a menos que haja horários fixos para aulas, reuniões ou palestras às quais eles devem comparecer. Professores e alunos também não precisam se deslocar para o trabalho, o que economiza tempo, dinheiro e energia que podem ser usados ​​no desenvolvimento de planos de aula e atribuições fortes. No geral, o aprendizado remoto é um pouco mais flexível do que entrar na sala de aula todos os dias.
Fonte de reprodução: Getty imagens

Desvantagens do aprendizado remoto

Vamos examinar quatro desvantagens do aprendizado remoto.

  • O aprendizado remoto carece de interação social: como o aprendizado remoto é, bem, remoto, as oportunidades de se envolver totalmente com seus alunos de forma personalizada e face a face são mais desafiadoras. Essa falta de interação social pode ser um fator negativo para alunos e professores e também pode retardar o crescimento do aluno em áreas como aprendizagem socioemocional, liderança, habilidades sociais, falar em público e muito mais. Dessa forma, os modelos de ensino de aprendizagem remota também podem ser difíceis de manter a responsabilidade do aluno.
  • A tecnologia pode ser complicada e instável: todos nós já passamos por aqueles momentos de frustração absoluta quando a tecnologia simplesmente não funciona durante os momentos em que deveria. O serviço WiFi abandonado. O computador congelado. A impressora desconectada. O aprendizado remoto é suscetível a muitas dificuldades e interrupções tecnológicas, e pode ser extremamente frustrante navegar como professor quando você está encarregado de centenas de alunos.
  • O ensino à distância pode ser uma distração: como o aprendizado remoto ocorre principalmente no computador, pode ser fácil se desviar ou se distrair com seus sites favoritos, compras online, notificações de notícias ou e-mails. Às vezes, isso pode tornar difícil acompanhar o aprendizado à distância e também pode levar a um declínio na qualidade do trabalho dos alunos. Essa distração perpétua é certamente um dos desafios de aprendizagem remota mais difíceis.

Fonte: https://www.r7.com

O guia definitivo: o que é rádio online e como funciona?

Hoje em dia, o marketing de conteúdo é a galinha dos ovos de ouro, ajudando as marcas a aumentar o tráfego e vender mais.

Fonte de reprodução: Getty imagens

Para a maioria das marcas, conteúdo significa postagens em blogs, e-books e infográficos. Mas não ignore esta forma poderosa de conteúdo: rádio online.

O que é rádio online?

O rádio online consiste em arquivos MP3 pré-gravados ou transmissões ao vivo por meio de um microfone que são transmitidas pela Internet.

Com o rádio online, você não está limitado a uma área geográfica ou dependente de parceiros de distribuição que escolham seu programa para que seja ouvido. Ele pode ser ouvido em todo o mundo.

Existem três elementos para uma rádio online funcional.

  • A fonte, que é você. Você adiciona som, como clipes, entradas de CDs, voz ao vivo e assim por diante.
  • O servidor, como Shoutcast por meio de Shoutcheap.com. Eles misturam tudo, colocam em um formato que pode ser transmitido e enviam através das ondas sonoras da Internet com o clique de um link.
  • O ouvinte, porque sem ouvintes realmente não há sentido em transmitir. O ouvinte se conecta ao seu servidor e pode ouvir qualquer coisa que você estiver transmitindo.

Por que rádio online?

  • É melhor que as pessoas retenham o que ouvem nas estações de rádio da Internet e veem em um anúncio ao mesmo tempo. O visual combinado com os comandos auditivos ficam gravados no cérebro da pessoa.
  • Mesmo que uma imagem valha mil palavras, o estudo descobriu que, em alguns casos, as palavras podem ser mais poderosas do que anúncios impressos e guiar as emoções dos consumidores, o que resulta em uma porcentagem de resposta melhor para anúncios de rádio excelentes.
  • O impacto emocional positivo dos anúncios de rádio foi igual ao dos anúncios de televisão ou talvez um pouco maior. Isso é importante porque a eficácia de uma campanha publicitária pode ser afetada pelo envolvimento emocional do público.
Fonte de reprodução: Getty imagens

Alcance Estendido

Como você pode gravar MP3, tem uma vantagem adicional sobre o rádio tradicional. O rádio tradicional ao vivo pode ser transmitido uma vez. Aqueles que estão ouvindo naquele momento ouvem, mas aqueles que não estão ouvindo não, e a maioria dos programas não é retransmitida.

No entanto, o rádio na Internet geralmente é transmitido sob demanda, o que significa que o ouvinte pode sintonizar sempre que quiser, compartilhar com outras pessoas ou ouvir mais de uma vez. Você pode até criar um podcast de seu programa que pode ser baixado para ouvir enquanto se desloca para o trabalho, em uma sala de espera ou durante o exercício.

O alcance potencial do rádio na Internet cresce exponencialmente com cada uma dessas possibilidades.

Maior envolvimento

Existe uma espécie de camaradagem online quando se trata de apresentadores de rádio amador. Seus ouvintes podem ter seus próprios programas de rádio online e serão indulgentes com pequenas falhas técnicas e erros e podem até oferecer algumas idéias para ajudá-lo ao longo do caminho.

Fonte de reprodução: Getty imagens

Fácil entrada, saída fácil

O investimento, tanto em termos de tempo quanto financeiro, é mínimo, então se o programa de rádio não der os resultados desejados ou você não gostar de criá-lo, pode sair com pouca perda.

O potencial de ganhos é grande, no entanto, especialmente com mais e mais pessoas em busca de entretenimento online.

Fonte: https://www.r7.com